Pular para o conteúdo

Como cobrar de um cliente corretamente

Como cobrar de um cliente corretamente

Neste artigo você vai descobrir como cobrar de um cliente. Existem diferentes maneiras de faturar um cliente, e o método escolhido deve ser baseado no tipo de trabalho que você faz, seus custos indiretos e o valor que você fornece.

Ao apresentar suas cobranças a um cliente, seja honesto sobre suas taxas e ofereça um desconto no pagamento antecipado.

As diferentes maneiras de faturar um cliente.

Faturamento por hora

O faturamento por hora é a cobrança por hora pelos serviços prestados. Esse método é mais adequado para tarefas que estão em andamento ou têm um cronograma imprevisível.

O faturamento por hora também permite que o cliente veja exatamente quanto tempo foi gasto em seu projeto, o que pode ajudar a incutir confiança na qualidade do trabalho que está sendo executado.

Há algumas coisas a serem lembradas ao cobrar por hora:

Certifique-se de acompanhar seu tempo com precisão, pois você cobrará do cliente cada minuto trabalhado.

Se você subestimar a quantidade de tempo que um projeto levará, poderá acabar trabalhando por menos do que sua taxa normal.

Por outro lado, se você superestimar a quantidade de tempo que um projeto levará, pode acabar tendo que descontar suas taxas ou fatura por mais horas do que realmente trabalhou – nenhum dos quais é o ideal.

Cobrança de uma taxa fixa

Taxas fixas são cobranças que não se baseiam em taxas horárias ou porcentagens, mas sim em um preço definido para um serviço ou projeto específico.

Esse tipo de cobrança pode funcionar bem quando o escopo do trabalho está bem definido e ambas as partes concordam com o que precisa ser feito com antecedência.

As taxas fixas são frequentemente usadas em situações em que há um baixo risco envolvido e ambas as partes se sentem à vontade para definir um preço antecipadamente.

Alguns exemplos de quando as taxas fixas podem ser usadas incluem:

Projetos de design com um escopo de trabalho claro (por exemplo, design de logotipo, web design).

Serviços de consultoria com entregas especificadas com antecedência (por exemplo, estratégia de mídia social).

Redação de projetos em que a contagem de palavras e o tópico são conhecidos com antecedência (por exemplo, postagem de blog, material de marketing).

Serviços de reparos, manutenção ou instalação também podem ser caracterizados como taxa fixa( por exemplo, reparação de esquentadores, mecânica e eletricista).

Cobrança de uma porcentagem do projeto

O faturamento percentual do projeto significa que sua taxa é baseada em uma certa porcentagem do valor total do projeto – geralmente entre 10 e 20%.

Esse método pode ser benéfico porque dá a você um pouco de pele no jogo – se o projeto ultrapassar o orçamento ou demorar mais do que o esperado, você também incorrerá em custos adicionais.

Também o incentiva a concluir o projeto de forma rápida e eficiente, pois quaisquer atrasos também afetarão seus resultados.

Esse tipo de cobrança pode funcionar bem quando:

O escopo do trabalho é complexo e/ou aberto Existe um risco significativo envolvido A recompensa potencial justifica assumir riscos adicionais Você tem forte fé em suas habilidades e se sente confiante de que pode entregar resultados

Como determinar qual método é melhor para você?

Considere o tipo de trabalho que você faz:

Se você é um consultor, advogado ou médico, provavelmente está cobrando por hora.

Se você é um web designer, encanador ou eletricista, é mais provável que você cobre uma taxa fixa.

Se você é arquiteto ou designer gráfico, pode faturar pelo percentual do projeto.

Considere seus custos indiretos:

Seus custos indiretos incluem despesas gerais, como aluguel de escritório, suprimentos, marketing e pessoal administrativo.

Você deve levar em consideração seus custos indiretos em seus preços para cobrir essas despesas e ainda obter lucro.

Por exemplo, se sua taxa horária for de US$ 100 e seus custos indiretos somarem US$ 50 por hora, você precisará cobrar pelo menos US$ 150 por hora para equilibrar.

Considere o valor que você fornece:

O valor que você fornece deve ser compatível com o preço que você cobra.

Por exemplo, se você é um advogado experiente com um histórico comprovado de sucesso, pode cobrar uma taxa mais alta do que um advogado novo que está começando.

Por outro lado, se você é um novo web designer sem portfólio ou depoimentos de clientes, pode ser necessário cobrar uma taxa mais baixa para competir com outros designers que tenham experiência e avaliações positivas de clientes anteriores.

Como apresentar suas cobranças ao seu cliente?

Seja honesto sobre suas taxas

A primeira e mais importante regra de cobrança de seus clientes é ser honesto sobre suas taxas. Se você tentar ocultar suas tarifas ou cobrar muito, seus clientes provavelmente ficarão chateados e poderão não usar seus serviços novamente no futuro. Seja direto e honesto sobre o que você está cobrando e certifique-se de que seus preços sejam justos.

Liste suas cobranças

Outra regra importante a seguir ao apresentar suas cobranças aos clientes é listá-las. Os clientes gostam de saber exatamente pelo que estão sendo cobrados, e a lista de itens ajuda a garantir que não haja taxas ocultas ou custos inesperados. Certifique-se de que cada item de linha esteja claramente rotulado e fácil de entender, para que os clientes possam ver exatamente pelo que estão pagando.

Oferecer descontos por pagamento antecipado

Uma maneira de atrair clientes para pagar suas contas prontamente é oferecendo descontos para pagamento antecipado. Por exemplo, você pode oferecer um desconto de 2% se a conta for paga em até 10 dias após o recebimento. Esse incentivo pode incentivar os clientes a pagar suas contas em dia, o que pode ajudá-lo a evitar multas por atraso ou outras penalidades.

Conclusão

A melhor maneira de cobrar de um cliente depende do tipo de trabalho que você faz, seus custos indiretos e o valor que você fornece.

Seja honesto sobre suas taxas e liste suas cobranças para que o cliente saiba pelo que está pagando. Não seja agressivo e constrangedor, ele pode pedir ajuda a um advogado especialista em direito do consumidor.

Ofereça um desconto no pagamento antecipado para mostrar que você está confiante no valor que está oferecendo.